Reflexo do estado emocional nas dores físicas

Pensei em inúmeras introduções e resolvi então contar um pouco da minha trajetória para que você, caro leitor, entenda o porquê da dificuldade.

Sou profissional da educação física há mais de 15 anos, sou especialista em Coluna vertebral, hoje, graduanda em psicologia. 

Trabalho com pessoas. Pessoas com problemas posturais, pessoas com dores na coluna vertebral e nas articulações.

Há pessoas e pessoas, já trabalhei com aquelas que realmente as limitações eram apenas físicas e posturais/estruturais, como foi o exemplo da aluna Fernanda (nome fictício). Filha de mãe separada com pai presente, duas irmãs presentes e na época graduanda de direito. Apresentava dores na lombar, uma leve hipercifose alta. Conseguimos corrigir a postura e significante diminuição de dores com aulas de consciência corporal, alongamentos, trabalho respiratório, reforço muscular, treinos aeróbicos além de mudança ergonômica no posto de estudo muita consciência de quem era, onde estava e pra onde queria ir.

Karen Pizarro - Personal de Postura

"Especialista em Coluna Vertebral, trabalho com o modelo Biopsicosocial, associando exercícios de postura, reforço de autoimagem , com técnicas de Mindfullness, MTC e organização psicofísica. ."

Karen Pizarro

Dores no pescoço? Região da cervical?

Você já teve vontade de chorar e reprimiu o choro? Você já teve vontade de vomitar e mesmo assim segurou? O que aconteceu? Dor! Dificuldade de engolir, de respirar, então, Dor.

Osteomuscularmente, você imprimiu muita força frente a reação do sentimento,o choro. Nesta hora você utilizou o mecanismo disponível para conter a tensão do momento, a musculatura do envoltório do pescoço se insere nos ombros e começa na base da cabeça.

Imagine a quantidade de forca muscular desprendida para segurar tamanho impacto emocional, vai doer! E se você fizer isso repetidas vezes? O acúmulo vai gerar muita dor.

A dor pode aparecer levemente e, com o passar do tempo ir se intensificando ao ponto de limitar ou inviabilizar seus movimentos.

Não perca mais tempo, consulte agora um de nossos especialistas.